Catálogo/Dicionário da Literatura para o Curso Superior de Piano

 

O conteúdo apresentado neste site refere-se exclusivamente à literatura de piano solo. As obras citadas pelo autor servem como orientação na escolha de um repertório variado.

INÍCIO

 

Autor: Oscar Marcos Tibúrcio

(E-mail de contato - oscarmtiburcio@gmail.com)

 

 

Oscar Marcos Tibúrcio nasceu em Belo Horizonte, onde iniciou seus estudos de música.

Estudou no Conservatório Mineiro de Música (hoje Escola de Música da UFMG) e na Fundação de Educação Artística. Como bolsista do governo alemão fez o curso de graduação em Freiburg e mestrado em piano em Karlsruhe.

Lecionou em diversas escolas de música na Alemanha, entre elas a Escola Superior de Música da Universidade de Karlsruhe.

Atuou na Europa como solista e fazendo música de câmera.

Desde a sua volta ao Brasil trabalha como professor na Escola de Música da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG).

 

 

O Curso Básico (atividade de extensão) é o fundamento para a principal atividade da Escola de Música, que é o Curso Superior.

Uma universidade que se propõe a avaliar e ser avaliada está cumprindo seu propósito. Nada pode ser criado e permanecer intocável. O que me faz acreditar que esta pesquisa vale a pena é ampliar os limites da sala de aula.

 

 

PROGRAMA DE AVALIAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM PIANO (ESMU/UEMG)

 

 

(em vigor a partir de junho de 2004)

- formulado e aprovado através de votação dos professores de piano na reunião de 08/05/2004.

A reunião foi presidida pelo prof. Oscar Marcos Tibúrcio, com a participação dos seguintes professores:

Consuelo Caporali,

Ernesto Hartmann,

Heron Alvim,

Júnia Canton,

Míriam Bastos e

Robério Molinari.

 

O programa será anual e constituído de 6 itens:

1 – uma obra barroca

2 – uma obra clássica

3 – uma obra romântica

4 – um estudo

5 – uma obra dos séculos XX e XXI

6 – uma obra brasileira

 

ATENÇÃO:

I  - 1. No ítem 1 (obra barroca) é obrigatório a apresentação de, no mínimo, 2 Prelúdios e fugas do "Cravo            Bem Temperado" de J. S. Bach durante o curso.

      2. Um Prelúdio e Fuga poderão ser substituídos por uma obra significativa de J.S.Bach (ex.: Suíte            Francesa, Suíte Inglesa, Partita, Tocata, Concerto Italiano, Fantasia Cromática, etc.), ou uma Suíte de            G. F. Handel completa.

 

II – 1. É obrigatório o estudo de uma SONATA por ano.

Ela poderá substituir os seguintes itens:

Item 2 (obra clássica)------------------------------------------SONATA CLÁSSICA

Item 3 (obra romântica)---------------------------------------SONATA ROMÂNTICA

Item 5 (obra dos séculos XX ou XXI)----------------SONATA DO SÉCULO XX ou XXI

Item 6 (obra brasileira)---------------------------------------SONATA BRASILEIRA

 

Obs.: A SONATA não poderá ser substituída por SONATINA, mesmo que seja do mesmo grau de dificuldade da SONATA.

EXCEÇÃO: Sonatina de Ravel e as de Camargo Guarnieri.

 

2. TEMA COM VARIAÇÕES poderá substituir o item SONATA desde que tenha o mesmo grau de      dificuldade da mesma.

          Não serão válidas as VARIAÇÕES constantes no programa do Curso Básico.

 

 

III – Até a finalização do curso é recomendável o estudo de uma obra para piano e orquestra.

          Não é responsabilidade da Escola de Música a apresentação com orquestra ou a 2 pianos dessa obra.

 

          Em caso de apresentação pública, a peça poderá substituir o item SONATA.

 

 

IMPORTANTE:  

O cumprimento destas normas de apresentação do programa, assim como o mínimo de obras a serem memorizadas e a duração de recitais é obrigatório, caso contrário o aluno será impossibilitado de fazer o exame, sendo reprovado pela banca examinadora.

 

Ano 1 Ano 2 Ano 3 Ano 4
PERÍODO I PERÍODO III PERÍODO V PERÍODO VII

EXAME: duração mínima:

10 minutos.

(Pelo menos um ítem deverá ser de memória)

EXAME: duração mínima:

15 minutos.

(Pelo menos um ítem deverá ser de memória)

EXAME: duração mínima:

20 minutos.

(Pelo menos um ítem deverá ser de memória)

EXAME:duração mínima:

25 minutos.

(Pelo menos um ítem deverá ser de memória)
PERÍODO II PERÍODO IV PERÍODO VI PERÍODO VIII

RECITAL: duração mínima:

20 minutos

RECITAL: duração mínima:

30 minutos

RECITAL: duração mínima:

40 minutos

RECITAL: duração mínima:

50 minutos

OBS. 1: Apresentação dos ítens não executados no período I (pelo menos um deles deverá ser de memória).

OBS. 2: Se a duração não atingir os 20 minutos mínimos exigidos, o recital poderá ser completado com obras do período I.

OBS. 1: Apresentação dos ítens não executados no período III (pelo menos um deles deverá ser de memória).

OBS. 2: Se a duração não atingir os 30 minutos mínimos exigidos, o recital poderá ser completado com obras do período III.

OBS. 1: Apresentação dos ítens não executados no período V (pelo menos um deles deverá ser de memória).

OBS. 2: Se a duração não atingir os 40 minutos mínimos exigidos, o recital poderá ser completado com obras do período V.

OBS. 1: Apresentação d os ítens não executados no período VII (pelo menos um deles deverá ser de memória).

OBS. 2: Se a duração não atingir os 50 minutos mínimos exigidos, o recital poderá ser completado com obras do período VII.

 

IMPORTANTE: se o ítem escolhido para ser executado de memória for

 

 

Administrador: Bernardo Salerno Lameiras

(E-mail de contato do administrador: prokofiev678@gmail.com)